DÊ ADEUS AO GOOGLE QUE VOCÊ CONHECE

O Google se transforma oficialmente em Alphabet nesta sexta-feira no fechamento da Bolsa de Nova York e começará a cotar com esse nome na segunda-feira nos mercados de valores.

O gigante tecnológico anunciou no início de agosto a criação do Alphabet, o conglomerado sob o qual a empresa com sede em Mountain View (Califórnia) agrupa agora todas suas divisões. O conglomerado inclui o Google e outras seis empresas, entre elas Calico, dedicada à pesquisa sobre a longevidade, assim como a firma de dispositivos inteligentes para o lar Nest, e a Fiber, divisão que procura levar internet de alta velocidade a distintas partes dos Estados Unidos.

 

 google-logo-novo-700x394

O novo grupo corporativo inclui também o Google X, divisão de pesquisa que desenvolve ambiciosos projetos como o veículo autônomo. Também figuram no conglomerado o Google Ventures, braço de capital de risco do Google, e o Google Capital, divisão que investe nas fases finais de financiamento de empresas emergentes (start-ups). Larry Page e Serguei Brin, os cofundadores do Google, afirmaram, na época do anúncio em agosto, que seu objetivo com a reestruturação é ter uma maior margem de manobra, já que lhes permite tramitar operações que não estão muito relacionadas.

A expectativa é que, a partir do quarto trimestre deste ano, o Google divulgue resultados financeiros diferentes para os negócios centrais – que inclui o site de busca, os anúncios, o YouTube, o sistema Android e o navegador Chrome – e todo o resto das divisões do Alphabet em conjunto. As receitas do Google totalizaram US$ 66 bilhões no ano passado. A publicidade, tanto no buscador como no YouTube, representou 89% desse total.A venda de aplicativos móveis, assim como música e filmes em sua loja Play através dos telefones Android, representam a segunda maior fonte de receita para a empresa.

FONTE EXAME.COM.BR

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *