A importância de médicos e clínicas investirem em conteúdo para a internet

Atender pacientes e enunciar prognósticos são atividades corriqueiras nas clínicas médicas do mundo todo. A rotina médica é cercada de cuidados minuciosos e desafios múltiplos, como também promove o repasse de conhecimento para os mais variados fins. Porém, a maioria dos pacientes procuram por respostas rápidas sobre doenças e diagnósticos na internet, antes mesmo de consultarem um especialista. Encontramos, então, um alerta  sobre a importância de médicos e clínicas investirem em conteúdo para a internet.

Atualmente, as informações sobre saúde configuram um dos dados mais consultados nos buscadores online. Surpreendentemente, uma a cada 20 pesquisas realizadas no Google está relacionada a dúvidas sobre doenças, conforme relatório do próprio suporte de busca.

A ansiedade e a facilidade de acesso às informações geraram o que os cientistas chamam de cibercondríacos – todos aqueles que procuram por respostas sobre sintomas físicos, na internet.

Contudo, o alto volume de dados disponíveis na internet não condiz com o nível de qualidade e confiabilidade da informação. O conteúdo exposto nem sempre passa por uma curadoria médica, o que possibilita erros conceituais, como também desinformações sobre processos e diagnósticos.

Esse tipo de situação provavelmente incomoda alguns profissionais. Para outros, a internet é uma ferramenta que possibilita a oportunidade de contribuição com uma rede responsiva  e relevante em informações sobre saúde. Reflita: você gostaria de usar a internet para educar seus pacientes com informações fundamentadas? Você tem interesse em engajar mais seus clientes?

Se a resposta for sim para as duas questões, o Youtube é uma das ferramentas online em que você deve investir! Neste post, vamos explicar como a rede pode ser usada em sua estratégia de marketing de conteúdo para médicos para a fidelização dos seus clientes. Preparado?

A importância de médicos investirem em conteúdo para a internet

Por que fazer conteúdos para o Youtube?

O Youtube já é o segundo maior motor de busca do mundo, ficando atrás somente do Google. Ou seja, seu público também utiliza a ferramenta para buscar informações sobre saúde. No entanto, nem sempre o curador de canais da rede é um médico, o que pode afetar a qualidade das informações repassadas.

Sendo um médico curador de conteúdo, a credibilidade de sua produção estará assegurada por seus pacientes e leitores. Além disso, você demonstrará compromisso com a oferta de informações corretas que podem fazer a diferença na manutenção da saúde de muitas pessoas.

Isso faz sentido quando analisamos os dados do Relatório do Youtube Insights. Esse relatório indica que 59% dos usuários do site preferem se atualizar na web à notícias pela televisão. Além disso, 31% considera a plataforma uma fonte de aprendizado. Esses números dizem muito, não dizem?

A partir desses dados você já está convencido de que precisa construir a sua audiência no Youtube. E isso é ótimo! Mas, para criar um canal de qualidade é necessário observar diversos pontos, a fim de que você se torne uma referência na plataforma.

O primeiro ponto a considerar, nesse caso, diz respeito aos equipamentos necessários para a  gravação de vídeos com boa definição. Portanto, observe cada item eletrônico indispensável para a produção de vídeos impactantes.

Quais equipamentos são necessários para montar o meu canal no Youtube?

Gravar vídeos de qualidade demandam uma série de equipamentos, para que seu público, no Youtube, tenha acesso a conteúdos excelentes. Atente-se a todos os itens, a fim de conquistar mais audiência no seu futuro canal na rede.

Veja a lista de equipamentos que são indispensáveis para a criação do seu canal no Youtube.

A importância de médicos investirem em conteúdo para a internet

Gravação de vídeo

O investimento em uma aparelhagem profissional para a gravação de vídeos nem sempre é possível. Se esse é o seu caso, verifique a qualidade de gravação do seu celular ou webcam. Alguns celulares já são configurados para gravarem em Full HD. Muitos smartphones  possuem melhor performance, se comparados a algumas câmeras compactas.

Considere que a qualidade mais adequada para vídeos é a HD. Portanto, o desempenho mínimo indicado para a gravação de vídeos em câmeras (ou outros equipamentos) é de 1280x 720 pixels, que corresponde à imagem em alta definição.

Também é importante considerar a taxa de FPS (frames per second) que a câmera é capaz de reproduzir. O FPS indica o número de “fotos” exibidas por segundo – um vídeo é uma sucessão de fotos mostradas em alta velocidade.

A taxa ideal é de 60FPS (60 fotos por segundo). Esse é o número máximo de frames que o olho humano consegue perceber para a formação de uma imagem real em movimento.

Equipamentos sugeridos: celulares com configuração de vídeo em Full HD; webcam em HD; câmeras DSLR (as marcas mais indicadas são Canon ou Nikon).

Gravação de áudio

Agora, você já tem conhecimento sobre as melhores opções para gravação de imagens em alta qualidade. Além disso, você deve se preocupar com a qualidade de áudio. É essencial que o som do vídeo seja de fácil compreensão e sem ruídos externos.

As câmeras, celulares e webcams podem sofrer com a interferência de ruídos. O resultado é um vídeo de péssima impressão. Então, é preciso garantir que o vídeo captado tenha uma qualidade de áudio impecável. Vamos analisar alguns instrumentos que irão potencializar o som das suas gravações.

Para orçamentos curtos, um equipamento ideal é o fone de ouvido. Usado como lapela e ligado ao telefone, você pode gravar a voz separadamente, com o uso do microfone embutido. Não ficará perfeito, porém, dessa forma é possível isolar os ruídos externos.

Uma alternativa mais avançada seria o microfone de lapela para smartphone. A qualidade será melhor do que a primeira opção. Porém, se você está preparado para investir em algo mais profissional, o indicado seria o microfone de lapela projetado para câmeras ou o microfone direcional. O último possui qualidade de som muito superior.

Equipamentos sugeridos: fone de ouvido; microfone de lapela para smartphone; microfone de lapela para câmeras (profissional); microfone direcional.

Iluminação

Sem uma iluminação adequada, seu canal será incluído na lista de amadores do Youtube. Seu público pode não entender sobre a construção de um bom canal, mas percebe quando não há qualidade de produção. Por isso, fique atento à iluminação antes de gravar.

A luminosidade exclui as sombras ou escuridão do cenário. Isso contribuirá para a clareza da comunicação e, consequentemente, para o engajamento de sua audiência. Com isso, será necessário utilizar os equipamentos de forma correta. Pode ser um desafio para você se adequar à esses meios, mas continue com leitura para saber mais.

Veja o exemplo abaixo e aprenda como adequar os equipamentos para obter uma iluminação correta, usando tripés com refletores.

A importância de médicos investirem em conteúdo para a internet

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Equipamentos sugeridos: tripés com refletores brancos de tecido; rebatedores e difusores de luz.

Com a lista de equipamentos em mãos, agora você deve se perguntar: sobre o que falar? O que meu público tem interesse em saber? No próximo tópico, responderemos a essas perguntas!

O que falar no meu canal?

Pensar em um tema que se transforme em conteúdo para um público leigo não é fácil. Você já sabe que existem infinidades de questões sobre as quais poderia explicar, mas será que elas interessam ao seu público?

Para tal operação, é necessário um planejamento minucioso – como para qualquer outra mídia (seja ela vídeo, texto ou fotografia).  A organização e as estratégias testados permitirão que você perceba como o público reage a determinados assuntos.

Estar atento às reações dos usuários online, dentro do segmento em que você atua, é muito importante para produzir boas pautas. Dessa forma, o seu planejamento estará focado naquilo que as pessoas buscam conhecer.

Com a análise dos assuntos mais comentados na atualidade, no seu segmento, você terá ótimos insights. Mas, como saber o que as pessoas andam falando por aí sobre o setor em que você atua?

Ferramentas gratuitas (e muito úteis) são a chave para esse mistério. Por meio do Google Trends, Top Trends do Twitter e do Planejador de Palavras-chave do Google você consegue visualizar os temas mais discutidos pelos usuários na internet.

Para ter acesso aos dados de busca das ferramentas acima, faça pesquisas de palavras-chave específicas do seu segmento no Google Trends e no Planejador de Palavras-chave. Por exemplo, se você é um cirurgião plástico, busque por “cirurgia plástica” e escolha o Brasil como país a ser analisado.

As ferramentas te mostrarão quais tipos de cirurgia plástica foram mais pesquisadas pelos usuários, bem como o local onde houveram mais incidências de procura. Você também pode ter outros insights por meio da pesquisa. Notícias atuais são outro meio para se pautar com os assuntos que interessam à sua audiência.

Planejamento pronto, é hora de trabalhar estratégias, a fim de que seus vídeos possam ter o maior número de visualizações possível. Este é o tema do próximo tópico!

Como obter mais visualizações?

Vídeo em alta qualidade, boas pautas com assuntos que interessam o seu público… E agora? Como obter visualizações para os seus vídeos? Pergunta importante, afinal, o objetivo é atingir o maior número de pessoas. Você preparou um material de alto nível e espera como retorno um alcance amplo e satisfatório.

Com a enxurrada de materiais já existentes no Youtube – cerca de 300 horas de conteúdo são adicionadas por minuto na plataforma – é necessário pensar na melhor maneira de otimizar o seu vídeo para as buscas de temas que estejam relacionados.

Por isso, vamos explicar como os seus vídeos podem ser encontrados, utilizando estratégias de SEO (Search Engine Optmization), a “otimização para mecanismos de busca”.

Use palavras-chave

No seu planejamento, você encontrou as palavras-chave mais utilizadas ou de maior interesse de seu público, para determinado assunto do seu segmento. Use essas palavras para representar o conteúdo de vídeo que você irá produzir. Dessa forma, o motor de busca do Youtube compreenderá melhor sobre o que se trata o material.

Além de representar as dificuldades de seu público sobre determinado assunto, a parte textual deve conter termos que instiguem curiosidade e urgência de seus ouvintes espectadores. Esses termos são: “como”, “quais”, “onde”, “quando”e “por que”. Assim, seu vídeo atrai pessoas com tais dúvidas, mas deve se comprometer em saná-las no decorrer do material audiovisual.

Escolha a melhor capa (Thumbnail)

No resultado de pesquisa do Youtube, os vídeos que terão mais chance de cliques serão aqueles que possuem a melhor capa descritiva. Ela é o resumo do conteúdo gravado, sendo mais importante do que o título do vídeo.

Portanto, use uma imagem simples, mas que indique o conteúdo do vídeo (do que se trata). A capa pode ser um frame da gravação. Não se esqueça também de:

  • Usar de 2 a 3 palavras no texto da capa
  • Usar a palavra-chave correspondente ao tema do vídeo
  • Posicionar o texto da capa à esquerda. Isso facilita a leitura em dispositivos móveis

Crie um bom título

Os motores de busca do Youtube, assim como o Google, irão listar os conteúdos mais relevantes nos resultados de pesquisa. Um vídeo relevante para determinada busca é aquele em que é possível identificar o seu conteúdo por meio do uso da palavra-chave principal, presente no título e em outros elementos textuais.

Portanto, a sua palavra-chave deve fazer parte do título principal do vídeo. Considere também outros pontos importantes para a criação do título. Como:

  • Respeitar o limite de 40 a 55 caracteres
  • Não criar títulos polêmicos para chamar atenção, sem que o tema esteja relacionado com o conteúdo
  • Despertar a curiosidade do espectador online para que tenham interesse em clicar no seu vídeo

Faça uma descrição correta do vídeo

Nem sempre a descrição do vídeo é utilizada da maneira mais adequada por produtores do Youtube. O conteúdo da descrição, assim como o título, é utilizado pelos motores de busca para a compreensão do tema. Ou seja, uma boa descrição pode ajudá-lo a ranquear melhor nos resultados de pesquisa.

Portanto, não use o espaço apenas para a inserção de links, como geralmente é utilizado. Lembre-se também de:

  • Usar as palavras-chave no início da descrição (nas três primeiras linhas que ficam expostas antes do “Mostrar Mais”)
  • Escreva no mínimo 250 palavras (sem esquecer as palavras-chave)
  • Leve a audiência para outros canais, informando o link do seu site, blog e redes sociais

Respeite os direitos autorais

O Youtube faz o rastreamento de trilhas sonoras autorais e pune os produtores que não respeitam a legislação sobre o assunto. Antes da punição, o criador é notificado para que retire a trilha. Após três notificações, o vídeo é retirado do ar.

Para que isso não aconteça, você deve fazer uso de trilhas sonoras ou imagens que tenham permissão de uso público. Uma opção para evitar o problema é pesquisar trilhas na biblioteca gratuita do Youtube.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *